Nós utilizamos cookies para melhorar sua experiência, confirme para continuar.

Blog da Noruega

Fique por dentro das novidades e descubra tudo sobre o mercado imobiliário.

<< Voltar para Início << Blog << Escolher um pet para apartamento: dicas para adaptá-lo ao novo lar

Escolher um pet para apartamento: dicas para adaptá-lo ao novo lar

Publicado em 21/12/2020

Seja por praticidade ou segurança, cada vez mais gente tem se mudado para apartamentos. Ao mesmo tempo, a quantidade de pessoas que contam com, pelo menos, um pet nunca foi tão grande! Por isso, é natural que se perguntem como escolher um animal para o ambiente pequeno e como adaptá-lo ao novo lar.

Antes de qualquer coisa, conheça as regras de seu condomínio, contrato e fale com o síndico.

Nenhum condomínio pode proibir a presença de animaizinhos fazendo companhia a seus donos, alguns são tão favoráveis que possuem espaços dedicados a eles com atividades de recreação. No entanto, é bom questionar antes como funcionam as normas do prédio, se tem alguma cláusula de restrição em seu contrato e até adquirir algumas dicas para evitar futuros incômodos com a vizinhança.

Dê preferência para pets pequenos

Devido ao seu tamanho, pets pequenos se sentirão mais confortáveis e se adaptarão melhor em apartamento, tendo mais qualidade de vida. É proibido ter animais de porte grande? Claro que não! Os pets menores são recomendados a apartamentos pois sua necessidade de gasto de energia diária é menor, facilitando a seu dono. Mas se você está disposto a brincar, levá-lo pra passear e proporcionar atividades nas quais ele possa se exercitar e gastar energia, não há problema algum. Esteja ciente de que qualquer tamanho precisará de atividade, a diferença é a intensidade e frequência de cada um.

Calcule o espaço do seu bichinho

Levando em consideração que precisará de locais para dormir, comer, brincar e fazer suas necessidades, imagine aonde ficará cada uma e o espaço que poderá ser aproveitado. Veja também quais espaços ele não poderá acessar.

Procure locais aonde poderá levá-lo para passear

Observe seu bairro. Procure por parques e praças ao redor de seu condomínio. Veja também os pet shops mais próximos, assim já poderá se programar. Para o animalzinho, principalmente o que mora em apartamento, é muito importante sair do ambiente um pouco. Do contrário o bichinho pode desenvolver obesidade, comportamentos indesejados e ficar muito ansioso.

Compre brinquedos

Mesmo passeando, um animal que passa a maior parte do dia sozinho e preso, precisa de entretenimento. Equipe sua casa, torne o ambiente mais divertido com a ajuda de jogos e brinquedos interativos. Assim a falta de espaço é compensada com brinquedos e acessórios para entretê-lo e ajuda no consumo de sua energia tão abundante.

Tanto quanto nós, os animais precisam de seu espaço, de passeios, uma boa alimentação e atividades de lazer, por isso, é muito importante escolher bem seu amigo e estar ciente de todo o cuidado que vai precisar.

Categorias:
Decoração e cia

Deixe um comentário: